Aposto que você nunca pensou que cães, gatos, e patinhos poderia se dar bem, hein? Acontece que não só eles se dão bem, como se tornaram inseparáveis

uma-familia-diferente-e-sempre-juntos-caes-gatos-patos-blog-usenatureza

Roxy, Edith, Mia, Rose, Jake, Gertrude e Donald – a família mais adorável que você já viu. Eles foram adotados por Kasey Boggs e o seu marido, que já fazem resgates há uma década. Essa família de sete é composta de quatro cães, um gato e dois patinhos. Os animais se amam tanto, que eles não nunca tiram fotos separadamente. “Sempre que eu vou tirar uma foto de dois ou três deles, eu tenho que colocar os outros em uma sala diferente. Se eu tentar tirar as fotos na frente deles, eles virão juntos, porque eles estão muito acostumados a estar sempre juntos” disse Kasey. Muito fofo!

uma-familia-diferente-e-sempre-juntos-amor-blog-usenatureza

uma-familia-diferente-e-sempre-juntos-blog-usenatureza


O pavão têm mais de 200 penas alongadas coloridas que são capazes de atrair os seus potenciais parceiros, a atenção de muitas pessoas e câmeras também.

o-voo-do-pavao-informações-blog-usenatureza

Poucas pessoas sabem, mas, os pavões podem voar! Geralmente eles fazem isso em caso de perigo, quando predadores aparecem por exemplo. O voo dessas aves tem uma distância limitada, mas podem acelerar até 16 km/h!!!

o-voo-do-pavao-curiosidades-blog-usenatureza

o-voo-do-pavao-blog-usenaturezao-voo-do-pavao-blog-usenatureza


O Cumulus Studio de arquitetura transformou a estrutura de uma antiga hidrelétrica da Tasmânia, na Austrália, em hotel. Com 12 suítes, The Pumphouse (a casa das bombas), é um edifício de concreto de três andares, originalmente construído para abrigar as turbinas hidráulicas.  Na outra ponta da construção, mais seis suítes, sala de estar e de jantar. O Shorehouse (casa de tarefas) é o prédio que anteriormente acomodava escritórios, manutenção e oficina para as turbinas.

Pump-House-Point-Cumulus-Studio-_dezeen_468_26

Pump-House-Point-Cumulus-Studio-_dezeen_468_16Pump-House-Point-Cumulus-Studio-_dezeen_468_23Pump-House-Point-Cumulus-Studio-_dezeen_468_25


Um estudo americano mostrou que passar ao menos quatro dias em contato com a natureza, longe de dispositivos tecnológicos e internet traz benefícios como o aumento da criatividade em 50%. Para David Strayer, professor de psicologia na Universidade do Utah e autor do estudo, estes resultados provam que “enterrar-se em frente a um computador 24 horas por dia, sete dias por semana, tem custos que podem ser remediados com um passeio na natureza”. Na pesquisa, 56 participantes ficaram  durante quatro a seis dias, em passeios na natureza nos estados do Alasca, Colorado, Maine e Washington, nos quais não era permitida a utilização de aparelhos eletrônicos. 24 fizeram um teste de criatividade com dez perguntas antes de iniciarem o passeio e os outros 32 realizaram o mesmo teste na manhã do quarto dia. As pessoas que já estavam há quatro dias na natureza tiveram uma média de 6,08 perguntas certas, enquanto os outros  tiveram apenas 4,14. O estudo ainda não esclarece se o efeito se deve à natureza, à ausência de tecnologia ou à combinação de ambos os fatores.passar-4-dias-na-natureza-sem-tecnologias-aumenta-a-criatividade-rio-blog-usenatureza

passar-4-dias-na-natureza-sem-tecnologias-aumenta-a-criatividade-blog-usenaturezapassar-4-dias-na-natureza-sem-tecnologias-aumenta-a-criatividade-pessoas-blog-usenatureza


...7891011...203040...