Para muitas crianças, pode ser preciso uma motivação extra para que elas fiquem sentadas em sala de aula e prestem atenção na escola. Mas uma professora argentina parece ter encontrado o jeito certo de deixar todo mundo interessado na escola: levando um cachorro para dentro das aulas.

Diante disso, o comportamento dos alunos melhorou e eles se tornaram mais atentos e amorosos. Como Luck vai a todas as aulas, os estudantes também passaram a faltar menos. Mauricio disse não saber o nome da escola em que o caso ocorreu, mas informou que a história teria acontecido na Argentina.

luck-o-cachorro-aluno-blog-usenatureza

“Luck é o nome desse lindo peludinho

Ele frequentava o pátio do colégio e interagia com os alunos no intervalo das aulas

Um dia a professora percebeu que de certa forma o Luck acalmava e alegrava as crianças, e assim teve a ideia de permitir que ele também ficasse na sala de aula

Foi o suficiente para mudar o comportamento dos alunos que antes dispersos e indisciplinados, tornaram-se mais atentos e amorosos

Adotado pela professora passou a ser a mascote da turma, aliás o Luck não perde nenhuma aula, o que fez os alunos diminuir também suas faltas

Seria utopia pensar que as escolas deveriam ter a presença contínua de nossos irmãos animais?

Quem sabe um dia.” – Mauricio Galvão


INGREDIENTES

1 xícara de farinha de milho (polenta)

2 colheres de azeite

Queijo parmesão ralado

Sal e pimenta a gosto

Água

chips-grelhados-saudaveis-e-gostosos-ingredientes-blog-usenaturezaMODO DE PREPARO

  1. Prepare a polenta colocando 3 xícaras de água fervente e mexa constantemente para evitar que se crie grumos.
  2. Assim que estiver pronto, deixe esfriar.
  3. Coloque a polenta fria sobre uma mesa limpa. Abra a massa com a ajuda de um rolo e corte pequenos círculos com ajuda de um copo. chips-grelhados-saudaveis-e-gostosos-receita-blog-usenatureza
  4. Pincele os círculos com azeite e polvilhe o queijo ralado, o sal e a pimenta sobre eles.
  5. Frite ambos os lados em uma frigideira ou você também pode fazer chips grelhados (mais saudável!). chips-grelhados-saudaveis-e-gostosos-blog-usenatureza

E pronto! Acompanhe com molhos de sua preferência.


Todos os dias, toneladas de papel são jogados fora – e nem sempre, são destinados à reciclagem. Ao mesmo tempo, milhões de roupas antigas ficam confinadas no fundo de armários sem ver a luz do sol. Mas dois designers mostram que os materiais podem ser reutilizados e ganhar funções completamente diferentes.

moveis-feitos-de-papel-e-roupas-velhas-eco-friendly-blog-usenaturezaO artista alemão Tobias Juretzek usou suas próprias vestimentas e as de amigos para criar a linha de cadeiras “Rememberme”. Prensando os tecidos em moldes e aplicando resina, ele cria móveis de design único, já que cada um é feito de roupas diferentes.

moveis-feitos-de-papel-e-roupas-velhas-eco-friendly-sustentabilidade-blog-usenatureza moveis-feitos-de-papel-e-roupas-velhas-eco-friendly-arte-blog-usenaturezaJá o coreano Woojai Lee, incomodado com o desperdício de papel, criou tijolos feitos de jornais reciclados, misturando o material a cola. Após a criação dos objetos, ele percebeu que poderia usar moldes diferentes para ir além. Foi aí que surgiram banquinhos e mesas de café de diferentes tamanhos e super sustentáveis.

Salvar


Uma pesquisa recente realizada pela BBC em parceria com o coletivo de pesquisadores Hubbub, vinculado à Durham University, na Inglaterra, ouviu 18 mil pessoas de 134 países e chegou a conclusão que a solidão pode ser a melhor maneira de descansar.

Entre os dados inusitados que apareceram na pesquisa, chama a atenção o fato de que cerca de 9% dos entrevistados associou o descanso às palavras “culpado” ou “estresse induzido”, mostrando que para muitas pessoas descansar ainda é sinônimo de preocupação.

Em outro momento, os participantes do teste foram convidados a escolher as atividades que consideravam mais relaxantes dentro de uma lista. “Ler” foi a atividade escolhida pela maioria, seguida por opções como “estar em um ambiente cheio de natureza”, “estar sozinho”, “ouvir música”, e “fazer nada”. Ao analisar estas respostas, os pesquisadores perceberam que, em sua maioria, estas são atividades que fazemos sozinhos.

Uma das explicações possíveis para isso é que as pessoas poderiam se focar mais naquilo que estão sentindo quando estão sozinhas. Mas, além disso, o fato de estarem sozinhas faz com que estas pessoas consigam se desligar de si mesmas também, enquanto ficam algum tempo sem pensar em nada.

Outro dado interessante foi a opinião das pessoas ao responder a pergunta sobre descansar ser o oposto de trabalhar. A maioria dos entrevistados que tinham um emprego fixo acreditava que sim, enquanto pessoas que trabalhavam como autônomas ou exerciam atividades voluntárias tiveram tendência a dizer que não, o que mostra que a diferença na percepção do que é descanso pode também estar associada à atividade exercida por cada pessoa.

voce-e-a-natureza-a-melhor-maneira-de-relaxar-revela-estudo-blog-usenatureza


...102030...3738394041...506070...