Jefferson Kulig é um dos mais criativos designers do Brasil. Para cada estação do ano durante o São Paulo Fashion Week . Seu estilo  é uma  mistura de feminilidade, elegância e leveza misturada com a tecnologia. Sua moda conceitual está a  caminho de um nível de pensamento avançado, que  rapidamente deve atrair outros países além do  Brasil. Jefferson Kulig lançou recentemente uma coleção cápsula de tops com silkscreen print “animal” . Temos o prazer de vender exclusivamente suas camisetas em nosso site e-shop .  Encontro com um designer tão romântico como high-tech …

.

Sua primeira emoção para a moda?
Foi quando eu criei minhas primeiras peças de tricot na fábrica da família emn 1989.  Comecei a misturar materiais para criar texturas.  A emoção foi porque eu tive a oportunidade de desenvolver meu próprio tecido.
.
Qual foi a primeira peça que você criou?
Um vestido de malha  precisamente, cujos quadros ficaram fantásticos.

.
Como você define seu estilo?
Acho que a mulher do futuro, aquela que se apropria de novas tecnologias para melhorar diariamente.

.

Jefferson-Kulig-2012

.

Sua jornada para chegar a este nível?
Muito trabalho. É uma profissão de paixão por que é inteiramente dedicado. Mas, essencialmente, na minha opinião, é de conhecimento geral que permite ter uma mente aberta e ampla.
.
Quais designers inspiram você?
Comme Des Garçons, Martin Margiela, Lanvin.
.
O que inspira você fora de moda?
O mundo como um todo me inspira! Eu amo misturar materiais e conceitos de outro universo, como ciência, arte, matemática. Eu gosto de apresentar a minha maneira fora elementos, é uma fonte de conhecimento e inspiração sem fim!

.

Jefferson-Kulig-desfile-2012

.

Como você define o estilo do brasileiro por um francês?
O brasileiro é mais espontâneo, amo as cores, mas é também sofisticado. E e a mulher gosta de enfatizar as formas de seu corpo.

.

Que tipo de roupa você prefere trabalhar?
Depende do tempo, agora eu diria que a camisa, pois representa uma versatilidade incrível, ele realmente se encaixa no estilo de vida das mulheres de hoje, através da liberdade e contorna as regras.
.
Roupas femininas que você recomenda em qualquer circunstância?
O vestido! E para a noite, um vestido com um tecido mais sofisticado.

.

Você participa de cada temporada no São Paulo fashion Week. O que espera?
Foi para a minha primeira coleção, que reflete o desejo de fazer parte do sistema do meu caminho (eu fui infectado!), fez-me sonho, como ele deve estar na moda .
.
Sua coleção cápsula de t-shirt *Jeffer.son é um sucesso no Brasil.
Sim, ele vai além do que eu imaginava. Esta coleção vai continuar a existir em paralelo a minha linha principal. Este sucesso, eu acho, como eu disse, o fato de que o Brasil, como todas as mulheres de hoje, são versáteis. Com uma *Jeffer.son a mulher  pode muito bem ir para a academia, correr no parque, ir à praia,… Sim, isso realmente é a roupa do tempo para a mulher.
.

Camisetas-JefferSon-by-Jefferson-KuligCourtsey-of-Jefferson-Kulig

.

Qual é o seu modelo favorito t-shirt? E quem vende o melhor da coleção atual no Brasil?
Eu gosto especialmente aquele com a moda cão!
E o conjunto brasileiro de olho em todos os modelos com os gatos, o tigre, leão …
.
O que é o maior desafio hoje para um criador?
A coisa mais difícil é pensar sobre o lado empresarial de um conjunto, e não apenas estético ou criativo. E capaz de combinar a restrição de que o cliente deseja tomar (comprar) a próxima temporada. Esse é o maior desafio.
.

Jefferson-Kulig-Hiver-desfile-2011

.

Brasil está crescendo. É o mesmo para a moda vis-à-vis o internacional?
O Brasil não estava preparado para um mercado tão competitivo e com a crise econômica mundial, muitas marcas estrangeiras  vem para conquistar o Brasil. Mesmo com a baixa do dólar, o mercado dos EUA é muito tentador para o brasileiro.

.

Seu site é moderno e criativo: a chave para o sucesso hoje?
O site permite que qualquer pessoa no mundo me conheça e descubrao meu mundo, meu trabalho. Esta ferramenta é super importante, mais do que qualquer outro dia para ter uma dimensão internacional.
.
Seus projetos?
Eu já comecei a trabalhar na minha próxima coleção, é claro. Meu objetivo em curso é trabalhar mais cada vez que o conceito da minha marca através de constantes pesquisas de novos materiais e utilizando novas tecnologias. Eu procuro para identificar o mais próximo mulher em um contexto contemporâneo, para muitos clientes e desenvolver a minha presença no mundo. A moda muda tão rapidamente que se torna consciente destas mudanças e os incorpora em seu pensamento terá as chaves para saber o que o amanhã será parecido com moda.
.
Jefferson Kulig foi entrevistado por Aurelie Reverier, do blog e-shop francês Les Trangers

http://www.lesetrangers.com

Compartilhe a natureza!