Os animais também precisam de cuidados nos dias mais frios,e não há melhor maneira de ficar aconchegante e confortável do que com um agasalho bem quentinho! A lista abaixo mostra alguns dos mais elegantes, chiques e fofos animais vestidos com suéter. É ver e morrer de amores!

eles-tambem-sentem-frio-fofo-mini-sueter-blog-usenatureza eles-tambem-sentem-frio-animais-sueter-blog-usenatureza eles-tambem-sentem-frio-blog-usenatureza


As preguiças são os mamíferos mais lentos do mundo. Disso todos nós já sabemos. E depois de ver essas fotos, você provavelmente vai pensar que eles também são os mamíferos mais fofos do mundo.

No dia 20 de outubro foi comemorado o Dia Internacional da preguiça e essa é uma boa oportunidade de vermos esses animais que nos mostram que às vezes ser lento não é a pior coisa.

Feliz Dia Internacional da preguiça!

a-preguica-e-fofa-d-cute-blog-usenatureza a-preguica-e-fofa-d-animal-blog-usenatureza a-preguica-e-fofa-d-blog-usenatureza

 


Imagine um mundo em que todos eram iguais. Nenhum tem mais do que outro. Mas, além disso, nenhum seria pobre. Todos teriam o suficiente para cobrir suas necessidades básicas.

Em adição, o planeta não iria perder, mas ganhar. Será que isso parece impossível? Alguns economistas acreditam que não. Eles defendem um conceito chamado Economia Azul, desenvolvido por Gunter Pauli.

saiba-o-que-e-economia-azul-imitando-a-natureza-blog-usenaturezaO que é a economia azul?

A premissa da economia azul é simples:  imitar a natureza , que é sábia e utiliza os seus recursos perfeitamente, sem desperdício ou desemprego.

O inovador na economia azul é que ele nos faz perceber que nenhum benefício faz sentido se o planeta que será deixado para as gerações futuras não for cuidado.

Por que azul?

O céu é azul, o mar é azul, o nosso planeta é azul: a partir daí vem o nome desta economia que imita a natureza azul.

Segundo Gunter Pauli, o principal dessa corrente, é que a economia atual é incapaz de satisfazer as necessidades básicas de todas as pessoas. Em vez disso, a natureza é perfeitamente capaz de sustentar todos os seres vivos, sem gerar qualquer desperdício.

O principal objetivo da economia azul, portanto, é a biomimética, que visa resolver problemas através da observação e aplicação de soluções a partir da natureza.

Os quatro princípios da economia azul

A economia Azul tem quatro “princípios do oceano”, que são necessários para o sucesso:

– Criar novos espaços de consumo, abrir a mente para além de modelos econômicos convencionais.

– Concentre-se na ideia em vez de números, mas para os economistas mais tradicionais isso parece loucura.

– Indo além da demanda existente: achar uma nova demanda se a antiga não é suficiente.

– Garantir a viabilidade comercial do oceano azul, porque não há mais uma economia.

saiba-o-que-e-economia-azul-imitando-a-natureza-gunter-blog-usenatureza

Em adição, há pelo menos seis características  que devem ter um negócio, projeto ou inovação pensada a partir da economia azul:

– Seja LOCAL (use o que você tem na mão)

– Não use qualquer recurso que não seja essencial

– Ser sistêmica (imitação da natureza)

– Ser rentável (não se esqueça que não deixa de ser a economia)

– Ser abundante (deve atender a todas as necessidades básicas das pessoas)

– Inovação (criação de mudança)

FONTES:

MINCYT (Ministério Da Ciência, Tecnologia E Inovação Produtiva Da Argentina)

A Razão

O Blog Salmão

O Blog Salmão (Sobre A Economia Para O Bem Comum)


Sete anos atrás, os fundadores da Finca Bellavista Mateo e Erica Hogan visitaram pela primeira vez a propriedade que viria a ser, um sonho fora da cidade. Este edifício está localizado no alto da floresta tropical da Costa Rica, cercado por vegetação e todos os tipos de plantas e animais, este lugar está por entre as copas das árvores como um santuário dentro de um santuário.

hotel-eco-friendly-no-meio-de-uma-floresta-costa-rica-blog-usenaturezaCom a ideia de criar uma comunidade verdadeiramente autossustentável, o projeto foi realizado com um propósito bastante valioso em todos os sentidos. Seu nome é inspirado no pitoresco Rio Bellavista, um corredor de água branca, rodeado por muito verde, onde as pessoas podem mergulhar diariamente e desfrutar de sua riqueza natural.

Finca Bellavista é uma área relativamente intocada da Costa Rica, longe da agitação do mundo exterior. A aldeia mais próxima fica a 1,5 km de distância e tem apenas uma escola, uma igreja, uma mercearia, uma oficina de carros, algumas casas e um campo de futebol.

A fazenda é parte de uma rede de hotéis eco-friendly e continua sendo um dos poucos ambientes imaculadas no país.

O espaço tem uma sala de jantar, sala de estar ao ar livre, rancho, balneário, parque de campismo, etc. O complexo continua a crescer e criar um sentido diferente do que se entende por “a vida na floresta”, com poucas casas nas árvores em vários estágios de construção, a fazenda é uma das primeiras casas da árvore contemporânea, planejada com permacultura e padrões arquitetônicos sustentáveis.

hotel-eco-friendly-no-meio-de-uma-floresta-finca-bellavista-blog-usenatureza hotel-eco-friendly-no-meio-de-uma-floresta-blog-usenaturezaCada residente deve comprar e usar um digestor, que gera eletricidade e calor a partir de um processo de conversão de resíduos em energia. A arquitetura é otimizada para maximizar a ventilação cruzada, iluminação natural passiva e sistemas de construção responsável.

O hotel atrai pessoas comprometidas com a conservação e dispostos a ser participantes sutis no equilíbrio global.

 


...56789...203040...