Ter as crianças em contato com a natureza faz com que elas ganhem o entendimento da própria existência, qualidade de vida e preparação para o futuro.

Em um dia a dia tomado cada vez mais por tecnologias de todos os tipos, apreciar a natureza é uma atividade que acaba sendo deixada de lado por muitos adultos. Quando essa falta de interesse interfere na educação das crianças, surge um problema: não haver estímulos para o contato com plantas e animais ou a observação dos fenômenos climáticos distancia os pequenos do mundo em que vivem e que precisarão preservar para garantir um futuro equilibrado e saudável.

No futuro, essas crianças sentirão com força os benefícios de amarem e respeitarem a natureza.

2014-10-08_175538

2014-10-08_180232


Já escutamos muitas vezes que o cachorro é o melhor amigo do homem. Ao declarar isso, confirmamos o verdadeiro significado de fidelidade e companheirismo espontâneo. Muitas vezes para manter uma amizade pura é necessário que alguém seja mais limitado que nós ou até mesmo subordinado. Isso nos mostra, que não aceitamos a igualdade e sem aceitar isso não existe o respeito recíproco. Observar os detalhes do vinculo afetivo podemos compreender melhor algo que está entrando em extinção como a generosidade.

A experiência de ter um cão pode ser enriquecedora para avaliar com profundidade o caráter humano e o elo de confiança que se dá entre essas duas espécies. Claro, que como qualquer relação a confiança é algo a ser conquistado como um processo natural e para qualquer convívio em grupo é o pilar fundamental que sustenta uma união.

Desconfiar é sinônimo de inteligência, enquanto a inocência da entrega é vista como uma fragilidade. No dia-a-dia presenciamos cada vez mais um mundo de individualidades, do egoísmo, de instituições que deveriam nos proteger e fazem ao contrário do termo humanitário.

Na comunicação com os animais, as palavras não têm efeito, o que vale mais são as atitudes. Claro, que todo animal é arisco ao desconhecido, mas o cachorro tem mais facilidade em se entregar.

Um fato curioso é a origem deste animal, que veio dos lobos e que vale a pena comentar. Entre os lobos há uma hierarquia bem clara e na disputa do líder, os mais fortes duelam em um confronto feroz que mede a força, enquanto os outros assistem a batalha. A luta termina quando um fica de barriga para cima no chão para sinalizar a desistência, porém o vencedor nunca mata o seu adversário e caso haja o ataque, toda a matilha parte para cima, pois esse comportamento não é aceitável, prezando pelo respeito, traço forte e essencial ao cão.

Por essa forte qualidade, entendemos o relacionamento com nossa espécie e os ensinamentos sobre a amizade genuína e o respeito que deve ser praticado ao próximo.

6

5

4


Muitas vezes acumulamos velharias ou nos desfazermos de coisas que achamos que não tem nenhuma finalidade.

De formas criativas e inteligentes podemos reaproveitar e reciclar objetos antigos comuns em novas úteis. Além de contribuirmos de maneira significativa ao meio ambiente, transformamos e decoramos o ambiente com um toque único e super descolado.

12

10

13


Esta casa de adobe fica em Villa de Leyva, uma aldeia montanhosa perto de Bogotá, na Colômbia,  e foi construída pelo arquiteto colombiano Octavio Mendoza. Toda de argila cozida ao sol é “a maior peça de cerâmica no mundo.” A casa dispõe de dois pisos, com áreas de descanso, camas, mesas e cadeiras feitas de argila.

a-casa-de-barro-feita-com-recursos-naturais-colombia-blog-usenatureza

a-casa-de-barro-feita-com-recursos-naturais-blog-usenatureza

Existe uma cozinha totalmente funcional com pratos, jarros e vasos tudo do mesmo material. Os painéis solares fornecem água quente para chuveiros, banheiros e pias e são decoradas com mosaicos coloridos. O objetivo de Mendoza foi demonstrar como o solo pode ser transformado em arquitetura habitável simplesmente usando os recursos naturais.


12345...102030...