Você quer parar de ir ao supermercado? Ser autossustentável está ao seu alcance e é muito mais simples do que você imagina.

Se você tem uns poucos metros de terra ou um pequeno jardim, você pode trocas as flores por exemplo por algumas frutas. De uma estação para a outra você vai estar gerando sua própria comida e é a maneira mais simples de começar um jardim em casa (porque o fruto requer menos cuidados do que os vegetais).

aprenda-a-produzir-seus-proprios-alimentos-sustentavel-blog-usenatureza Não é preciso um grande investimento ou fazer uma mega plantação. Cinco tipos de frutas é o ideal para fornecer uma quantidade boa de frutas para a sua família. Além disso, poderá fazer seus próprios doces caseiros, licores de frutas e muitas outras coisas que a natureza nos dá.

Você sabia que…?

Antigamente as pessoas consumiam 14 kg. de maçãs por ano? No entanto esse número hoje caiu para 4 kg por ano devido à crise e ao aumento considerável da fruta nos mercados.

Aumentar o consumo de alimentos naturais, especialmente se forem de origem orgânica, como aqueles que você pode conseguir em casa, melhoraram a sua saúde e irá permitir que você faça uma boa economia. Acima de tudo você terá um ótimos momentos enquanto estiver em contato com a natureza.

aprenda-a-produzir-seus-proprios-alimentos-horta-em-casa-blog-usenatureza aprenda-a-produzir-seus-proprios-alimentos-blog-usenatureza


arvores-podem-fazer-amigos-e-cuidar-uma-das-outras-blog-usenaturezaAs árvores não são “robôs orgânicos” que apenas produzem oxigênio e madeira. Elas são capazes de escolher o que fazer, têm memórias e até diferentes personalidades. Também são capazes de fazer amizade e ajudar umas às outras. Quem diz é o alemão Peter Wohlleben, especialista em árvores e guarda-florestal com anos de experiência.

No ano passado, ele lançou um livro, chamado A Vida Escondida das Árvores (ainda sem versão brasileira), que se tornou best-seller na Alemanha e foi traduzido em 19 idiomas, inclusive o português de Portugal. Nele, o autor explica de forma descontraída o que aprendeu nas décadas em que trabalhou nas florestas do país.

Segundo Peter, as florestas são uma grande comunidade que vive em conjunto.

Peter diz também que as árvores nem sempre são amigáveis, e algumas vezes se unem contra outras espécies para preservar seus recursos.

Mas ele não gosta de ser visto como um “abraçador de árvores”, como ele mesmo define. Peter ressalta que o que ele escreve é apoiado por pesquisas científicas, como as da Professora Suzanne Simard, da Universidade de British Columbia, a quem ele se uniu para lançar um documentário, chamado Intelligent Trees (“Árvores Inteligentes”), com o objetivo de espalhar seus conhecimentos.


Para muitas crianças, pode ser preciso uma motivação extra para que elas fiquem sentadas em sala de aula e prestem atenção na escola. Mas uma professora argentina parece ter encontrado o jeito certo de deixar todo mundo interessado na escola: levando um cachorro para dentro das aulas.

Diante disso, o comportamento dos alunos melhorou e eles se tornaram mais atentos e amorosos. Como Luck vai a todas as aulas, os estudantes também passaram a faltar menos. Mauricio disse não saber o nome da escola em que o caso ocorreu, mas informou que a história teria acontecido na Argentina.

luck-o-cachorro-aluno-blog-usenatureza

“Luck é o nome desse lindo peludinho

Ele frequentava o pátio do colégio e interagia com os alunos no intervalo das aulas

Um dia a professora percebeu que de certa forma o Luck acalmava e alegrava as crianças, e assim teve a ideia de permitir que ele também ficasse na sala de aula

Foi o suficiente para mudar o comportamento dos alunos que antes dispersos e indisciplinados, tornaram-se mais atentos e amorosos

Adotado pela professora passou a ser a mascote da turma, aliás o Luck não perde nenhuma aula, o que fez os alunos diminuir também suas faltas

Seria utopia pensar que as escolas deveriam ter a presença contínua de nossos irmãos animais?

Quem sabe um dia.” – Mauricio Galvão


INGREDIENTES

1 xícara de farinha de milho (polenta)

2 colheres de azeite

Queijo parmesão ralado

Sal e pimenta a gosto

Água

chips-grelhados-saudaveis-e-gostosos-ingredientes-blog-usenaturezaMODO DE PREPARO

  1. Prepare a polenta colocando 3 xícaras de água fervente e mexa constantemente para evitar que se crie grumos.
  2. Assim que estiver pronto, deixe esfriar.
  3. Coloque a polenta fria sobre uma mesa limpa. Abra a massa com a ajuda de um rolo e corte pequenos círculos com ajuda de um copo. chips-grelhados-saudaveis-e-gostosos-receita-blog-usenatureza
  4. Pincele os círculos com azeite e polvilhe o queijo ralado, o sal e a pimenta sobre eles.
  5. Frite ambos os lados em uma frigideira ou você também pode fazer chips grelhados (mais saudável!). chips-grelhados-saudaveis-e-gostosos-blog-usenatureza

E pronto! Acompanhe com molhos de sua preferência.


...10...1617181920...304050...