Em 13 de setembro de 2011, Walter Chang embarcou em um avião, começando assim 3 anos de viagem ao redor do mundo, por 60 países. Logo após a recessão global de 2008, Chang se viu endividado com os empréstimos para pagar a faculdade de cinema, na qual havia se formado, e decidiu trabalhar como técnico de áudio visual. Mas, três anos depois, passou a se sentir sobrecarregado e infeliz, até que em 2010, começou a planejar viajar pelo Sudeste da Ásia. Economizou por quase um ano, fez horas extras, vendeu vários bens e saiu em busca de sua aventura. Com orçamento apertado, viajou de carona, dormiu em aeroportos, parques,  acampou, dormiu na casa de amigos e estranhos que o acolheram. Foi roubado no Chile e seu equipamento fotográfico foi arruinado pela água em Uganda. Também quase morreu num capotamento nos desertos da Namíbia. Segundo Chang “Através de imagens eu estou esperando alcançar uma audiência fora da minha rede imediata e inspirar outros a viajar. Porque viajar nos mantém alerta sobre nossas diferenças e nos impede de tomar o caminho mais fácil.”

Semonkong-Lesotho__880

I-quit-my-job-and-backpacked-around-the-world-for-3-years-to-60-countries-and-took-these-photos4__880

I-quit-my-job-and-backpacked-around-the-world-for-3-years-to-60-countries-and-took-these-photos5__880

I-quit-my-job-and-backpacked-around-the-world-for-3-years-to-60-countries-and-took-these-photos6__880

I-quit-my-job-and-backpacked-around-the-world-for-3-years-to-60-countries-and-took-these-photos7__880

MachuPicchu-Peru__880