Realmente o poder da nossa mente nos surpreende e é capaz de nos oferecer vários benefícios para o corpo. Segundo uma pesquisa realizada e colocada em prática no Tom Baker Câncer Center, no Canadá, meditação tem o poder de alterar as células de pessoas que tiveram câncer de mama.

A pesquisa conduzida por Linda Carlson, teve a participação de 88 pacientes com idade média de 55 anos que já tinham passado pelo tratamento contra o câncer mamário no período de até dois anos e permaneciam com a saúde emocional frágil.

O estudo foi dividido em três grupos para submeter a análise e observar as alterações corporais e de comportamento. Os encontros eram semanais de 90 minutos com o primeiro grupo, devendo ainda praticar o exercício por mais 45 minutos em casa. O segundo grupo passou por terapia durante 12 semanas, debatendo questões emocionais e técnicas de aprendizado, enquanto o terceiro grupo foi submetido apenas a um seminário de seis horas sobre gestão de estresse.

O pensamento positivo e a postura do paciente colaboram expressivamente com a melhora, mas pela primeira vez foi descoberta uma transformação biológica no corpo com a prática de uma intervenção psicológica como a meditação. Ao comparar o “antes e o depois”, os resultados dos exames de sangue comprovaram a preservação dos telômeros, que são os protetores das células.

O resultado da força da meditação foi animador, pois reduziu a chance de conseqüências ruins para a saúde.

1

2

3