A ilha japonesa de Kyushu é um foco de atividade vulcânica, graças ao vulcão mais ativo do país o Mt Aso.

Próximo a Beppu, uma pequena cidade localizada entre uma baía do Mar Interior e dois vulcões adormecidos na costa leste da ilha. Beppu tem mais de 2.900 respiradouros termais que descarregam mais de 130.000 toneladas de água quente a partir do solo a cada dia. O vapor que sai dessas aberturas faz parecer que toda a cidade está em chamas.

as-fonte-termais-de-beppu-no-japao-blog-usenaturezaLá, podemos encontrar os “Jigokus” ou “Hells” famosas águas termais fumegantes. Beppu tem oito jigokus famosos, e eles são, na verdade, o inferno na terra. Estas fontes termais têm temperaturas que varia de 50 a 99,5 ° Celsius, sendo a atração mais visitada da cidade.

O Vapor dos poços é usado para aquecer a água que é entregue por tubulações para residências e empresas da cidade. Beppu é a maior estância termal do mundo.

Chinoike Jigoku

A mais espetacular fonte termal de Beppu tem cor vermelha e recebe o nome de Chinoike Jigoku ou “lagoa sangue de inferno”. A cor vem da presença de óxido de ferro e óxido de magnésio.

as-fonte-termais-de-beppu-no-japao-chinoike-blog-usenaturezaUmi Jigoku

Umi Jigoku ou “inferno do mar” é assim chamado porque possui água azul cobalto brilhante que parece o mar. Mas não se deixe enganar, a água aqui é escaldante chegando aos 98 graus.

Shiraike Jigoku

O “White Pond Hell” possui um lago de água quente, leitoso. A lagoa é cercada por um belo jardim e um pequeno aquário degradado onde piranhas são mantidas.

as-fonte-termais-de-beppu-no-japao-shiraike-blog-usenaturezaKamado Jigoku

O “Cooking Pot Hell” possui várias lagoas de ebulição com a estátua de um demônio vermelho guardando a entrada. Na propriedade, os visitantes podem beber a água termal, tomar banho e cozinhar seus lanches.

Salvar

Salvar