O adestramento pode fazer coisas incríveis!! É o que prova estes cães policiais, na China, que com muita disciplina, fazem fila para comer com suas tigelinhas na boca. Além de farejar bombas, drogas e até ajudar nas buscas por pessoas desaparecidas, estes animais mostram muita obediência e educação!! Uma fofura. Mas formar fila não é algo novo para os bichinhos, a foto antiga do serviço de patrulha de fronteira finlandesa, em 1940, confirma essa façanha.

caes-policiais-chineses-obedientes-blog-usenatureza


Sol, muito sol! E as temperaturas cada vez mais altas. E para ajudar o planeta, a dica hoje é plantar uma árvore. Faça sua parte!

plante-uma-arvore-blog-usenatureza

 

Clique na imagem para ver em tamanho ampliado.


familia-

Em julho de 2013 um casal e seus filhos fizeram uma escolha corajosa deixaram tudo para trás e se mudaram para a Chapada Diamantina-BA, em busca de uma vida mais simples.

O casal mineiro Manu e Hugo, com seus dois filhos, Tomé de 2 anos de idade e Nina de 7 meses escolheram deixar a cidade onde morava, Lagoa Santa/MG e partiram rumo à Bahia.

Eles trocaram as facilidades e distancias da cidade para entrar em contato profundo com a natureza, plantar e colher. Apesar de não serem ainda totalmente autossuficientes e irem ao mercadinho comprar produtos de higiene e alguns itens que ainda não plantam, é com orgulho que é informado no blog (http://notasobreumaescolha.wordpress.com/) que mais de 70% do lixo produzido por eles é orgânico e com isso eles ajudam a natureza.


C6AA95B3437B4C43A7A9F9FF70948C78

O novo estudo, publicado na revista Proceedings, os biólogos marinhos da Universidade de St. Andrews, na Escócia, aplicaram uma técnica que identifica assobios dos golfinhos usando vários critérios, tais como a sua tendência para serem repetitivos e permanecem constantes ao longo do tempo.

Assim que os pesquisadores tocaram o assobio através de um alto-falante debaixo d’água, os golfinhos responderam apenas para os seus próprios assobios. Sempre que um golfinho ouvisse o seu “nome”, ele respondia, assobiando de volta, muitas vezes imediatamente.

Alguns golfinhos se aproximaram do barco logo depois de responderem.


12345...102030...